O propósito de toda organização, pública, privada, de produtos ou serviços é entregar algo para alguém. E para que esta entrega final aconteça, uma série de entregas intermediárias precisa ser feita.

Quando deixa seu carro para uma revisão entrega seu carro a um funcionário da concessionária, que cadastra todos seus dados e do veículo, que passa o carro para o responsável pela manutenção, que por sua vez solicita peça(s) de reposição, que transfere o veículo para a realização do serviço, que entrega o carro para o pessoal da limpeza, que depois de tudo pronto, o devolve a você.

É fácil perceber que para uma atividade se iniciar foi necessário haver uma entrada, e que após seu término, se transformou em uma nova entrada para uma próxima atividade. Assim, podemos concluir que cada etapa iniciada com o recebimento de uma entrega e finalizada entregando seu resultado para uma próxima etapa é um processo. Todo processo começa com uma entrada e termina com uma saída. Bem óbvio isso, não é!

E um conjunto de processos que finaliza com a entrega final para o cliente é o que chamamos de Cadeia de Valor.

Cadei de Valor de Porter

Uma organização que busca o gerenciamento por processos têm consciência de que as entregas de valor para seus clientes são o resultado de um conjunto de processos internos, que precisam ser organizados e monitorados. E ao mencionar organizados, quero dizer, executando os processos da melhor maneira para que usem uma menor quantidade de recursos para entregar o maior valor possível.

E é isto que a disciplina BPM se propõe, atingir os resultados esperados de forma consistente e alinhados com a estratégia da organização.

Importante ressaltar que estes “resultados esperados” precisa considerar o valor percebido de suas entregas pelos seus clientes, que é uma consequência da forma como ele é entregue e de como os processos são executados.

Este deveria ser então o objetivo de toda organização, entregar um produto ou serviço pelo qual o cliente está disposto a pagar o valor percebido.
O lucro? Bom, se o resultado de cada processo representar um valor menor que o percebido pelo cliente final da entrega feita pela organização, então ela estará lucrando.

Executar a gestão por processos então, é basicamente maximizar os resultados da cadeia de valor por meio de processos.


0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.